10 motivos ridículos para ter ciúmes

A maior parte das vezes os motivos pelos quais temos ciúmes do nosso parceiro(a) não são os melhores, são exagerados, não têm fundamento… em suma, são motivos ridículos para ter ciúmes. Revê-se nalgum destes cenários? Se sim, procure guardar esses ciúmes para si, controlando-os da melhor forma possível… a bem da sua relação.

1. Ter ciúmes do tempo que o seu parceiro(a) passa com a mãe/o pai

Mas porque motivo deveria ter ciúmes da mãe, do pai ou de outro familiar qualquer do seu namorado ou esposa? Família é família e a verdade é que já existia antes de você conhecer e entrar para a vida do seu parceiro(a). Também não gostaria que a situação se invertesse pois não? Estes são ciúmes que deve banir da sua vida e evitar verbalizar junto do seu parceiro(a) – opte antes por conviver e criar uma relação mais forte com eles.

2. Ter ciúmes do tempo que o seu parceiro(a) passa com os amigos/amigas

Um clássico em termos de ciúmes num relacionamento, acontece frequentemente porque a pessoa acha que o seu namorado ou namorada deve passar todo o seu tempo livre com ele ou ela. Adicionalmente, isto também pode ser visto como uma vontade de se afastar do parceiro, preferindo estar com os amigos. Os amigos e o tempo que passamos com eles (quer sozinho, quer na companhia do nosso parceiro) são fundamentais para uma vida social saudável e equilibrada. Em vez de ficar em casa, chateado e ciumento, organize uma saída com o seu grupo de amigas/amigos. Muito mais divertido, não acha?

3. Ter ciúmes porque o seu parceiro(a) tem um bom amigo que é do sexo oposto

Nenhuma mulher gosta que o seu namorado/marido tenha uma melhor amiga, nenhum homem gosta que a sua namorada/esposa tenha um melhor amigo. É tão simples como isso. Porém, não é motivo suficientemente forte para um ataque de ciúmes sempre que ela telefona ou que ele a convida para tomar um café. Se está seguro da sua relação e confia na pessoa com quem está, então tenha a maturidade suficiente para aceitar essa amizade como outra qualquer.

4. Ter ciúmes porque o seu parceiro(a) ganha mais dinheiro

O dinheiro é um dos assuntos mais complexas dentro de uma relação a dois e um dos motivos por de trás das discussões financeiras pode muito bem estar relacionado com o facto de um dos elementos do casal ter ciúmes do outro simplesmente porque esse ganha mais dinheiro. Curiosamente, este tipo de ciúme afeta mais os homens do que as mulheres, mas pode facilmente danificar qualquer relação. Se está nesta relação pela pessoa que tem ao seu lado e não pelo seu dinheiro, então porquê estes ciúmes? Completamente desnecessários.

5. Ter ciúmes dos filhos

É um dos piores tipos de ciúmes e também um dos mais ridículos, porém, acontece com mais frequência do que imaginamos. Uma mãe ou pai tem ciúmes dos filhos porque o seu parceiro passa mais tempo com eles, dando-lhes mais atenção, mais carinho, supostamente colocando o outro de parte. Se não há motivo nenhum para ter ciúmes é com os filhos: independentemente das suas idades, todas as crianças precisam do acompanhamento contínuo dos pais e se sente colocado de parte, porque não colocar-se ao lado da sua esposa/marido para participar e ajudar naquilo que for preciso?  E, claro, estes momentos devem ser equilibrados com saídas a dois, por isso, arranje uma babysitter e esqueça os ciúmes!

6. Ter ciúmes do tempo que dedica ao trabalho

Existem viciados no trabalho e existem pessoas que têm ciúmes do parceiro(a) que é viciado no trabalho, acusando-o de negligência, falta de prioridades, não querer estar numa relação, querer arranjar motivos para terminar a relação… Também sabemos que a realização profissional é tão importante como a realização pessoal e que ambas se complementam, por isso, porquê ter ciúmes de uma coisa que realiza tanto a pessoa que ama? Canalize essas energias ciumentas para um hobby ou para aproveitar ao máximo o tempo em que estão juntos.

7. Ter ciúmes dos colegas de trabalho do seu parceiro(a)

É natural que quem tenha ciúmes de uma pessoa que se dedica ao trabalho, também tenha ciúmes dos colegas de trabalho: se calhar é por elas/eles que a pessoa fica no escritório até mais tarde vezes sem conta. Infelizmente, e frequentemente, os ciúmes são veiculados por cenários que imaginamos e exageramos nas nossas cabeças, de tal forma que os ciúmes se tornam doentios e paranoicos. Ainda bem que o seu parceiro(a) se dá bem com os colegas de trabalho, caso contrário teria um dia-a-dia mais complicado, o que se refletiria no seu humor sempre que chegasse a casa. Pense nos seus próprios colegas de trabalho: o seu marido/namorada teria motivos para ter ciúmes deles?

8. Ter ciúmes do visual do seu parceiro(a)

Tem ciúmes da forma como o seu parceiro(a) se veste, arranja o cabelo, maquilha, treina? É que o mais certo é ele/ela querer agradar à pessoa que ama, sentir-se bonito e sexy aos olhos da sua cara-metade. Não costuma fazer o mesmo? Ciúmes ridículos. Não há mais nada a dizer… o importante mesmo é esquecer.

9. Ter ciúmes do ex do seu parceiro(a)

Comum e fonte quase inesgotável de ciúmes é quando os pensamentos acerca dos “ex” começam a dominar os seus pensamentos ou pior, as conversas entre o casal. É que depois de saber alguma curiosidade sobre a ex-namorada dele, vai querer saber mais e vai-lhe perguntar mais e não tarda nada estará a comparar-se a ela e a discutir com ele porque é que ele continua a falar dela. Um ciclo vicioso e ciumento que não interessa a ninguém, até porque o passado é o passado e todos nós temos um.

10. Ter ciúmes do mural no Facebook do seu parceiro(a)

Uma tendência crescente em termos de ligar as pessoas umas às outras, o Facebook também está a ser culpabilizado por acabar com relações atrás de relações. Ter ciúmes do mural que o seu parceiro(a) tem no Facebook centra-se, por norma, nos amigos que tem, nas fotografias, nos posts e comentários que faz, na foto do perfil… tudo pode ser motivo para ter ciúmes. E porque é que isto é ridículo? Porque aquele é um local de encontro e convívio com os amigos, não um site de encontros online. Pense bem: o Facebook valerá realmente uma cena de ciúmes?

A sua votação: