Eu, tu, o Facebook e os ciúmes

Com a crescente adesão às redes sociais, alguns problemas de exposição em excesso podem levar à destruição de relacionamentos amorosos. Isto porque se, por um lado, este facilitismo digital pode aumentar as desconfianças de algumas pessoas, por outro lado, existem muitas outras que não sabem limitar a sua exposição e ultrapassam alguns pontos importantes em qualquer relação.

Como fazer ciúmes ao seu ex-namorado ou ex-namorada

Todos nós já sentimos ciúmes de alguém. E se pensarmos qual o ponto comum de todas as vezes que sentimos ciúmes, verificamos que é a felicidade da outra pessoa, principalmente quando uma relação termina. Não há nada que nos faça sentir mais ciúmes do que pensar que a outra pessoa não era, ou não parecia, tão feliz quando estava connosco. Ficamos logo a tentar adivinhar quem será a pessoa responsável por aquela felicidade toda. Por isso, a melhor dica para fazer ciúmes a um ex-namorado ou ex-namorada é ser (ou pelo menos parecer) feliz.

Ciúmes bons vs. Ciúmes maus

Existem vários tipos de ciúmes, no entanto, os mais comuns são aqueles sentidos e vividos dentro de uma relação amorosa. E mesmo dentro de uma relação amorosa podem existir os ditos “ciúmes bons” e os “ciúmes maus” – é importante saber distinguir e lidar adequadamente com ambos.

7 formas de controlar os ciúmes

Não há relação amorosa no mundo que não tenha sido ou que não será, num momento ou noutro, abalada pelos ciúmes de um dos elementos do casal. Faz parte da natureza humana e parece, quase sempre, mais forte do que nós, porém, não é. Ou seja, controlar os ataques de ciúmes é mais fácil do que imagina e vale a pena o esforço – a bem da sua sanidade mental e a bem do amor entre o casal… caso contrário, pode ser o início do fim de qualquer relação.

6 tipos de ciúmes

Os ciúmes manifestam-se em todas as relações, com mais ou menos frequência, com mais ou menos intensidade – daí a importância de perceber de que tipo de ciúmes se trata: inocente ou possessivo? Saudável ou doentio?

Páginas